05/05/2009

Fusili com bacon e canela


Nós proletários da classe média somos uma categoria curiosa. Negamos veementemente nossa submissão às convenções trabalhistas, não mencionamos o fato de sermos assalariados nem mesmo num terreno baldio à luz de achortes em companhia de uma cabra vadia e agradecemos a todos os deuses do mundo por uma mísera aposentadoria. Por outro lado aspiramos à riqueza, comprando badulaques em lojas caras só para dar um pinta, viajamos em classe econômica para Paris e lá nos hospedamos em hotéis meia-sola só para podermos pedir um café de muitos euros em um charmoso bistrô.

Tergiverso para contar a história desta receita. Proletário como sou, ia e via de SP para JF com alguma frequência e, numa destas, dando sopa na rodoviária, fui à livraria e lá me deparei com um livro do Silvio Lancellotti publicado pela L&PM Pocket, "100 receitas de macarrão". Estava baratinho e acabei comprando-o na esperança de que o folheio do mesmo matasse o tempo e me desse alguma idéia.

Ali achei uma pérola, o spaghetti del Cuoco Stefani, aqui livremente adaptado conforme o título. A receita foi originalmente publicada em 1662 no livro "L’arte di ben cucinare", de Bartolomeo Stefani, cozinheiro do Duque Carlo II de Mantova. Precisei adaptá-la à nossa disponibilidade de ingredientes e o resultado é, modéstia às favas, soberbo. A primeira vez em que fiz este macarrão foi de surpresa para a Bibi quando ela ia para SP passar o final de semana comigo. Até hoje ela me fala daquela noite...

Ingredientes:
500 g de fusili
2 colheres de sopa de manteiga
200 g de bacon picadinho
1 pimentão vermelho fatiado de comprido
2 pimentas dedo-de-moça picadas em rodelas sem as sementes
1 colher de chá de canela
4 cravos moídos e peneirados
1 colher de chá de açúcar mascavo
2 colheres de sopa de suco de limão
Azeite

Modo de fazer:
Em uma frigideira grande coloque um fio de azeite, pouca coisa, para em seguida acrescentar a manteiga, sempre em fogo baixo, procurando distribuir a manteiga homogeneamente por toda a figideira com uma colher de pau. Tão logo ela esteja quente o suficiente, refogue o bacon, juntamente com a canela, o cravo e o açucar mascavo. O bacon vai dourar de uma forma diferente da habitual, ficando menos crocante, mais suculento e adquirindo uma cor mais escura. Uma vez que o bacon tenha começado a adquirir esta cor acrescente o pimentão, as pimentas e o suco de limão à mistura, deixando-os refogar até que o pimentão amoleça. Mexa bem com a colher de pau para que os sabores se misturem bastante.

Quando o pimentão estiver no ponto despeje na frigideira o fusili al dente e mexa e remexa, até que o molho entranhe no macarrão e se distribua uniformemente por toda a pasta.

Dica da Myrna:
Para quem gosta de impressionar os convidados, esta receita é matadora! O perfume das especiarias vai invade todos os cantos de sua casa e todo mundo fica com água na boca! Ideal um espumante bem gelado para acompanhar!

Nenhum comentário: