14/04/2009

Salada de ovos com pesto e tomates cereja


Aqui novamente me entrego à minha confessa obsessão, o pesto. Como disse na postagem em que usei este molho mágico, a do fusili ao pesto genovês, acho que o mesmo permite as mais amplas variações na cozinha. O limite é a criatividade de quem o usa! Em dias mais quentes isto é particularmente verdadeiro. Além das massas, todas as saladas vão muito bem com molhos inspirados no pesto. Entregue ao desespero de cozinhar algo que tivesse todos os ingredientes favoritos da Bibi, abri a geladeira de casa e dei de cara com o pesto e mais algumas coisas. Num estalo aperfeiçoei esta receita, que já havia feito anteriormente com menor grau de sucesso enquanto morava em São Paulo.

Ingredientes:
2 ovos
1 cebola em pedaços bem pequenos
Uma colher de sopa de pesto genovês (colocar link para o fusili com pesto)
1 dúzia de tomates cereja
Sal e pimenta à gosto
Azeite de oliva
1 colher de sopa de manteiga

Modo de preparar:
Quebre os ovos, separando as gemas e claras em vasilhames distintos. Bata as claras até que as mesmas fiquem como uma clara de neve. Acrescente as gemas e o pesto, sempre batendo para deixar a mistura bem homogênea. Acerte o sal e a pimenta a gosto. Em uma frigideira quente jogue um fio de azeite, bem pouca quantidade, apenas para não deixar a manteiga queimar, e em seguida a manteiga, tomando o cuidado de passá-la por toda a superfície da frigideira para untá-la. Acrescente as cebolas picadas e refogue um pouco, até que as cebolas amoleçam e percam um pouco de sua ardência. Quando este ponto chegar acrescente os ovos batidos, misturando sempre para dar-lhe o aspecto de um ovo mexido. Sirva esta salada em uma bela travessa guarnecida por tomates cereja cortados ao meio.

Dica da Myrna:
Caso queira esquentar o clima, pegue uma pimenta dedo-de-moça fresca, retire as sementes e corte-a em pedaços mínimos, refogando-a com a cebola. Além de dar uma cor vermelha ideal ao prato, garante aquele sabor adicional que só uma boa pimenta é capaz.

Nenhum comentário: